História

Surgido no Brasil no final da década de 80, o Orçamento Participativo tem ganhado projeção no cenário internacional, inspirando cerca de duas mil experiências pelo mundo, tornando o país numa referência internacional quando se fala em democracia participativa.

Em outubro de 2007 foi criada a Rede Brasileira de Orçamento Participativo, pois desde 1989, quando oficialmente surgiu o projeto, não havia uma organização que pudesse coordenar as cidades que quisessem desenvolver tais iniciativas.

A Rede Brasileira de Orçamento Participativo surge para reforçar iniciativas nas cidades que possuem uma visão de democracia participativa, enfrentar os dilemas e impasses que se constituem em desafios a estas iniciativas na perspectiva de criação de alternativas a tais enfrentamentos, buscar o enriquecimento, aprimoramento e avanço qualitativo das experiências das cidades que desenvolvem Orçamento Participativo, consolidar e fortalecer os processos desenvolvidos, através de avaliação dos resultados alcançados buscando a criação ou aplicação de metodologias de avaliação do impacto das práticas de OP na qualidade de vida da população beneficiada e promover ações e estudos no sentido de registrar a memória das experiências de OP desenvolvidas no Brasil durante as duas últimas décadas.

A Rede Brasileira de Orçamento Participativo tem como objetivo fortalecer a democratização da gestão pública, assim como buscar pela diminuição das desigualdades sociais por meio da participação popular, consolidando práticas e compartilhando experiências. O programa de Orçamento Participativo (OP) oferece aos cidadãos a possibilidade de escolherem o destino dos investimentos públicos e de participarem ativamente da melhoria de sua cidade.

Receba nossa news

FacebookTwitterGoogle BookmarksRSS Feed

Coordenação Nacional 2013-2015

Prefeitura Municipal de Canoas

Rua Quinze de Janeiro, 11, Centro

CEP: 92010-300 Canoas/RS - Brasil

Tel: +55 (51) 3462-1729 | 3462-1562

E-mail: redeop@gmail.com