Saúde

Dicas para perder peso sem passar fome

Estamos cansados ​​de ouvir dicas para perder peso de mil maneiras diferentes, algumas das quais também são contraditórias.

No entanto, perder peso deve ser uma meta que podemos alcançar mudando hábitos prejudiciais por outros mais benéficos, progressivamente e, acima de tudo, sem passar fome.

Neste artigo, damos a você as 5 melhores dicas para perder peso com bom senso, saboreando comida , aprendendo a comer de maneira diferente e descobrindo infinitas possibilidades.

Lembrando que além das dicas abaixo, você pode fazer uso de algum produto natural para emagrecer, e o 100 peso funciona muito bem para as pessoas que deseja acelerar o processo de emagrecimento.

Dicas para perder peso

1. Não fique com fome

Esta primeira das dicas de perda de peso é muito mais importante do que pensamos, pois garantirá o sucesso de nosso objetivo.

Ficar com fome é uma tortura à qual sujeitamos nosso corpo e que, mais tarde, terá seu preço.

Se segurar na hora da refeição, quando nosso corpo nos pede, criará uma ansiedade constante que nos fará acabar comendo mais e pior em outros momentos.

Portanto, é muito mais eficaz “enganar o estômago” quando tivermos vontade de comer:

  • Água potável : em muitos casos, confundimos as duas necessidades e podemos ver como a fome desaparece quando se bebe um copo de água.
  • Tome uma infusão : um pedaço de fruta ou um punhado de nozes, assadas e sem sal.
  • Concentre-se em outras tarefas ou atividades : não destinadas a reter, mas a deixar a comida para mais tarde.

2. Aprenda a comer

Muitas pessoas com dificuldades para perder peso tendem a ter altos níveis de ansiedade e um relacionamento ruim com a comida.

Comer também é um aprendizado que estamos sempre na hora de repetir , de modo que passa de um momento frustrante a um ato agradável entre muitos outros.

Aprender a comer é baseado nos seguintes pontos:

  • Sirva-nos apenas a ração que queremos comer.
  • Mastigue e prove bem os alimentos.
  • Coma sem pressa e sem distrações.
  • Evite conversas importantes durante as refeições.
  • Coma fora do ambiente de trabalho, sempre que possível.
  • Nós não enchemos todas as refeições. O ideal é ficar sempre em 80%, momento em que ainda poderíamos comer um pouco mais, mas que, se esperarmos alguns minutos, nos deixa satisfeitos e energizados.

3. Escolha bem os alimentos

Devemos parar de contar calorias, pois é um sistema obsoleto para perder peso que tudo o que faz é estressar o corpo.

O que devemos fazer é escolher alimentos naturais e não processados , que sejam muito nutritivos para que eles forneçam ao corpo o que precisamos e possamos nos sentir de bom humor, saciados e energizados sem abusar dos alimentos.

Podemos comer alguns alimentos ricos em gordura com moderação, pois isso acelerará nosso metabolismo e nos ajudará a queimar mais energia.

Alimentos altamente recomendados:

  • Frutas e legumes frescos e cozidos, em saladas, sucos, sucos, etc.
  • Grãos integrais, como aveia, arroz, milho ou quinoa .
  • Legumes.
  • Nozes e sementes.
  • Gorduras saudáveis, como abacate ou ghee (manteiga clarificada).
  • Proteína animal orgânica ou de boa qualidade: carne, peixe, ovo.

4. Evite o que aumenta o apetite

Devemos ter muito cuidado com alimentos que aumentam artificialmente nosso apetite, que são três:

  • Açúcar branco .
  • Sal refinado.
  • Glutamato monossódico.

Se observarmos os ingredientes dos lanches mais comuns nos supermercados, poderemos ver grandes quantidades desses três produtos com propriedades viciantes: azeitonas recheadas, nozes fritas, batatas fritas, biscoitos, etc.

Quando começamos a comê-los, perceberemos que eles são muito saborosos e que é muito difícil parar de comê-los .

5. Perca peso sem pressa, mas sem pausa

Não fique obcecado com a perda de peso e muito menos se esse é um objetivo que você carrega consigo por toda a vida.

Você terá que fazer mudanças importantes na maneira de comer, para que não seja uma dieta temporária e sacrificada, mas sim para aprender a comer de maneira mais saudável e que você também goste.

Para isso, não se trata de dias para perder peso e dias de exceções.

Consiste em mudar os hábitos que o prejudicam por outros que o beneficiam, encontrando receitas que você gosta e substituindo as tentações mais prejudiciais por saudáveis.

Certamente existem muitos alimentos que você ainda não conhece e que lhe oferecerão muitas possibilidades de desfrutar de cozinhar e comer sem que isso seja a coisa mais importante em sua vida.

Qual a Melhor Posição Para Dormir? ( Guia Completo )

Muita gente nem imagina, mas a posição em que dorme pode ter uma grande influencia não somente no sono, como também em outros fatores do dia. Mas afinal, qual a melhor posição para dormir?

Sem dúvidas, adotar uma posição de sono que é inadequada pode causar dores nas costas, cansaço, apneia do sono, má circulação, câimbras e até mesmo azia.

Caso você já seja o tipo de pessoa que sofre com dores nas suas costas, o ato de dormir com a barriga para baixo pode deixar o problema ainda pior, por exemplo.

O mais indicado mesmo é dormir na posição de lado, com a cabeça apoiada em um travesseiro. A posição para quem observa de fora promove um alinhamento da cabeça com o restante da coluna.

Isso quer dizer que o travesseiro não pode estar nem muito baixo e nem muito alto.

Se possível, use também algum tipo de travesseiro ou almofada nos joelhos. Isso ajuda a manter a coluna reta e sem rotações. Fazendo isso, possivelmente você vai conseguir ter uma ótima noite de sono.

No entanto, sabemos que nem sempre isso é possível. Então, se você quiser conhecer outras formas para poder escolher qual a melhor posição para dormir, continue lendo e saiba tudo.

Qual a melhor posição para dormir?

Pois bem, você já viu acima qual a melhor posição para dormir e já sabe o que fazer para ter uma posição mais indicada. No entanto, sabemos que nem sempre conseguimos dormir somente de um jeito, não é mesmo?

Então, o melhor a fazer é conhecer os prós e os contras de cada uma das posições. Dessa forma você poderá escolher aquela que é melhor para você.

Então, conheça as posições, seus benefícios e seus prejuízos:

  • Dormir de barriga para baixo

Sem dúvidas, dormir de bruços é uma das posições menos indicadas pelos especialistas. Por um lado, ela é bastante benéfica para aliviar o ronco, mas por outro lado, essa posição pode ser prejudicial, agravando algumas condições médicas.

Isso porque a coluna e o pescoço não ficam alinhadas, em uma posição que é considerada neutra. Isso pode acabar sobrecarregando a musculatura tanto do pescoço quanto das costas, causando dores.

Para aquelas pessoas que acham difícil mudar esse hábito, a dica é dormir sem travesseiro, ou então com um travesseiro que seja bem macio e baixo.

  • Dormir de barriga pra cima

Se a dúvida é qual a melhor posição para dormir, saiba que essa também não é considerada uma das melhores. Isso porque dormir com a barriga para cima pode causar dores na região lombar. Por isso, se você já sofre com esse tipo de dor, essa posição não é recomendada.

Se essa é normalmente a posição que você gosta de dormir, a dica é escolher um travesseiro mais baixo. Desse jeito há um melhor alinhamento da coluna, pescoço e cabeça, diminuindo a chance de ter dores no pescoço.

Além disso, ainda é indicado o uso de um travesseiro pequeno ou um rolinho logo abaixo dos joelhos. Com isso, os quadris ficam mais alinhados.

Vale lembrar ainda que essa posição, mesmo com um travesseiro baixo, irá deixar a cabeça levemente elevada, o que é ótimo para quem sofre de azia.

  • Dormir de lado

Respondendo à pergunta sobre qual a melhor posição para dormir, sem dúvidas, de lado é a resposta.

Então, essa posição favorece manter as pernas e também o tronco relativamente esticados, que contribui para a diminuição do refluxo ácido.

Mais do que isso, manter a coluna alongada nessa posição é excelente para evitar dores nas costas e no pescoço.

Para as grávidas, o mais indicado nesses casos é que durmam viradas para o lado esquerdo. Assim, além de proporcionar uma melhor circulação sanguínea, ainda impede que o útero e o feto sejam pressionados contra o fígado, que se localiza do lado direito.

Mais do que isso, dormir de lado ainda ajuda a manter as vias aéreas mais abertas, facilitando a respiração.

No entanto, dormir de lado também pode ter uma desvantagem, que é o surgimento de rugas. Isso porque metade do rosto acaba empurrando o travesseiro.

No entanto, lembre-se que que caso você decida adotar essa posição, o travesseiro deve ter altura média, proporcionando o alinhamento da cabeça com a coluna, e uma almofada entre os joelhos também pode ajudar.

Uma boa dica na hora de escolher qual a melhor posição para dormir é falar com o médico. Ele poderá analisar seu caso individualmente, a presença de alguma condição de saúde e então determinar qual é a melhor forma de relaxar à noite.

Pronto, agora você já sabe um pouco mais sobre qual a melhor posição para dormir e pode mudar ou adaptar a maneira como você dorme para acordar melhor e mais disposto. Aproveite essas dicas e bons sonhos!